fbpx

Material Jetting: descubra o que é e quais as suas funções [GUIA PRÁTICO]

Material Jetting: descubra o que é e quais as suas funções [GUIA PRÁTICO]

O Material Jetting é um dos tipos de manufatura aditiva que usam gotículas de materiais para construir peças 3D para o mercado. Conhecido também como Jateamento de Material, ele é categorizado em três tecnologias, que podem ser utilizadas para a criação dos objetos na impressora. 

Se você ficou curioso e quer conhecer um pouco mais sobre esse material, continue no nosso artigo e descubra qual o conceito de Material Jetting, quais impressões ele engloba, além de suas vantagens e principais aplicações.

Continue aqui e acompanhe o nosso artigo! Boa leitura.

O que é Material Jetting?

O nome Material Jetting ou Jateamento de Material pode ser abreviado nos acrônimos MJ. No mercado de manufatura aditiva, ele funciona como uma tecnologia em que gotículas de materiais são injetadas na máquina de impressão 3D e a luz UV ou calor formam o objeto em construção. 

A sua funcionalidade é bem semelhante a uma impressora comum, que temos em casa. A máquina mostra a imagem do material tridimensional que é para ser produzido e as gotículas são depositadas seletivamente, construindo a peça em 3D.

O uso de luz UV ou calor servem para “firmar” o objeto. Com isso, ele é totalmente criado e pode ser utilizado em diversas funções. 

Quais impressões 3D são englobadas?

A manufatura aditiva já passou por inúmeras fases no mundo. Desde 1990, o Material Jetting já é uma opção de impressão 3D e oferece diferentes tipos de materiais para transformar em objetos de uso do nosso dia a dia.

As três técnicas que fazem parte do Jateamento de Material são:

  • Tecnologia PolyJet
  • Jateamento de nanopartículas (NPJ)
  • Drop-On Demand (DOD)

Quais as vantagens do Material Jetting?

Por ser muito parecido com as impressoras 3D que temos em casa, o uso do Material Jetting interessa a muitas indústrias e tem uma procura bastante elevada no mercado. Existem vantagens e desvantagens que podemos listar em relação a esse material, que vão ajudá-lo a decidir se é uma boa opção ou não para a sua empresa.

Em primeiro lugar, as vantagens estão diretamente ligadas ao baixo desperdício devido ao jato direcionado, que permite que todo o material seja usado e pouca quantidade caia para fora da máquina. Além disso, as máquinas que usam o jateamento também possuem uma alta precisão na construção e capacidade de multicor nos objetos. 

Porém, em relação às desvantagens, é importante salientar que o Material Jetting tem propriedades mais fracas, o que não serve para protótipos funcionais. Além disso, as máquinas que trabalham com o ML são mais caras no mercado, o que pode custar para o bolso da empresa que decide investir.

Fazendo uma pequena listagem, podemos levantar então:

  • VANTAGEM: baixo desperdício de material;
  • VANTAGEM: precisão do jato;
  • VANTAGEM: capacidade de construir objetos multicor;
  • DESVANTAGEM: propriedade fracas;
  • DESVANTAGEM: máquinas caras no mercado. 

Quais são as aplicações do Material Jetting?

Existe uma dúvida muito grande em relação ao Material Jetting: se ele possui propriedade fracas, quais as possíveis aplicações para o mercado? Mesmo que não seja tão resistente como outros tipos de impressão 3D, esse método ainda é interessante e pode servir para algumas funções.

Separamos duas que são mais comuns e que você deve entender como funciona. Veja:

Criação de protótipos não funcionais

É preciso já iniciar falando que o Jateamento de Material não é indicado para criação de protótipos funcionais. Se a sua empresa está em busca de tipos de manufatura aditiva que trabalham com construção de próteses ortopédicas, por exemplo, essa não é a opção ideal. 

A intenção de usar esse material com pouco desperdício é de simular algum objeto com muitos detalhes. Maquetes de construtoras, por exemplo, podem usar esse tipo de impressão 3D para criar o desenho de um prédio e mostrar como o apartamento irá ficar por dentro após a construção.

Objetos para medicina e outras áreas

Outra aplicação bastante interessante para o Material Jetting é na área de medicina ou outros ramos de estudos. Com a criação de protótipos bastante reais e ainda com a opção de multicor, as instituições de ensino podem usar essa impressão para moldar partes do corpo ou outros objetos usados para educação.

As faculdades de medicina investem bastante nessa ferramenta para reproduzir o crânio humano e também outras partes do corpo humano, já que a manufatura aditiva em Jateamento reproduz objetos muito realísticos. 

Conclusão

Por isso, podemos dizer que o Material Jetting é uma ótima opção para instituições de ensino que buscam investir na educação de seus alunos com a ajuda de ferramentas lúdicas. O uso de recursos que reproduzam protótipos realistas irá facilitar no entendimento do estudante e visualização da matéria.

Se você curtiu esse assunto e quer saber mais sobre impressão 3D, continue no blog da MAHA 3D e acompanhe outros temas como esse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *